Osteoporose, Informações Importantes

10 Informações que Você Deve Saber Sobre Osteoporose

osso, além de sustentar nosso corpo, é fonte de cálcio, importante para a execução de várias funções do organismo, como os batimentos cardíacos e a força muscular. É uma estrutura viva que sempre se renova. Essa renovação ocorre todos os dias em todos os nossos ossos, durante toda a vida das pessoas.

osteoporose é uma doença caracterizada pela diminuição de massa óssea, com o aparecimento de ossos porosos, finos e altamente sensíveis, tornando-os mais propensos a fraturas.

10 informações que você deve saber sobre osteoporose:

1 – A osteoporose é uma doença que raramente apresenta sintomas antes que apareça suas consequências mais graves, como uma fratura óssea, sendo necessário que sejam realizados os exames preventivos, para que a osteoporose seja diagnosticada antes do aparecimento de fraturas.

2 – Os nossos ossos recebem forte influência do estrogênio (hormônio feminino), porém ele também está presente nos homens, em menor quantidade. O hormônio estrogênio ajuda na manutenção do equilíbrio, da perda e ganho de massa óssea, razão pela qual as mulheres são mais atingidas pela doença do que os homens. Na menopausa, os níveis de estrogênio diminuem bruscamente e com a queda desse hormônio, os ossos vão se descalcificando e ficam mais frágeis. Segundo as estatísticas, a osteoporose atinge na proporção de um homem para quatro mulheres.

3 – Mais ou menos 11 milhões de brasileiros padecem com a osteoporose. Uma a cada quatro mulheres acima de 50 anos desenvolve a patologia. No Brasil, anualmente acontecem  2,5 milhões de fraturas ocasionadas pela osteoporose. 220.000 óbitos ocorrem anualmente em consequência destas fraturas. Mesmo depois de uma fratura decorrente de osteoporose, o paciente não é encaminhado para tratamento, levando ao risco de uma outra fratura.

4 – As áreas mais atingidas pela osteoporose são a coluna vertebral, o fêmur (osso da perna), o  rádio (osso do braço) e úmero (osso do braço). A fratura mais grave é a fratura do colo do fêmur. 25% dos pacientes que sofrem esta fratura morrem no período de seis meses e os demais que sobrevivem apresentam uma grande redução de sua qualidade de vida e independência.

5 – Dê  atenção para fortes dores na coluna vertebral e diminuição de estatura, porque podem ser sinais de fraturas vertebrais da osteoporose.

6 – O diagnóstico da osteoporose, feito precocemente, é realizado pela medida da densidade óssea, através do exame chamado Densitometria Óssea. As mulheres, pessoas de cor branca, magras e de pequena estatura, as mulheres que tiveram menopausa precoce e não fizeram reposição hormonal, os fumantes, as pessoas com história de fraturas na família, as que possuem doenças graves ou que utilizaram corticoides por muito tempo,  e as que já apresentaram fraturas na idade adulta, possuem maior risco de desenvolver a osteoporose.

7 – A Densitometria Óssea é indicada para as mulheres a partir de 65 anos e para os homens aos 70 anos ou mais. Todas mulheres que se encontram em menopausa e todos homens acima dos 50 anos, que apresentem pelo menos um dos fatores de risco, é recomendado realizar o exame para diagnosticar se há ou não osteoporose.

8 -É na infância que se deve iniciar a prevenção da Osteoporose, por meio de uma alimentação saudável, com alimentos ricos em cálcio encontrado nos laticínios e consumir verduras , frutas, feijão, etc. Brincadeiras e atividades ao ar livre e exercício físico, fortalecem os ossos em crescimento. A exposição ao sol também é importante para que ocorra a produção Vitamina D na pele. A atividade física em qualquer idade, é importante na prevenção de osteoporose e fraturas.

9 – A Vitamina D tem um papel importante na nossa saúde e contribui para o nosso fortalecimento ósseo e o melhor e mais eficiente meio de obtê-la é através da exposição ao sol e quando não for possível se expor ao sol, utilizamos os suplementos vitamínicos.

10 – O risco de Osteoporose pode ser minimizado com uma alimentação rica em cálcio, atividades físicas e uso adequado de Vitamina D realizados ao longo da vida, porém, mesmo com todos estes cuidados, algumas pessoas vão correr o risco de desenvolver osteoporose, devido à herança genética, que até a presente data não pode ser modificada. Atualmente existem tratamentos eficazes, quando já existe a doença. Neste caso, é necessário procurar um endocrinologista, que poderá realizar o tratamento de maneira adequada e tranquilamente.

Fonte: Pesquisa online.

Imagens: Google.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *