Lombociatalgia

lombociatalgia- fifioterapia nota 10Entende-se por lombociatalgia, o estreitamento do canal vertebral das vértebras lombares. Seu diagnóstico torna-se difícil por ser parecido com o diagnóstico da hérnia de disco, síndrome piriforme e artrose discal, por conta das complexas ramificações nervosas.

A dor ciática é caracterizada pela compressão de sua raiz nervosa, com localização na região lombar (L3, L4, L5 e S1), muitas vezes consequentes à hérnia discal.

Frequentemente a hérnia de disco está localizada em L5 – S1, sendo a causa principal das lombociatalgias. Outras causas de lombociatalgia são os tumores, osteófitos (conhecidos por bicos de papagaio) e processos inflamatórios, entre outros. É na articulação lombo-sacra (L5-S1) que se encontra o equilíbrio do corpo humano.

postura ceto e errado.jpg- fisiot. nota 10As causas mais frequentes de dor são: má postura na posição ortostática, durante a marcha, em sedestação, em diversas atividades da vida diária, que durante o repouso produzem os desequilíbrios músculo-articulares, provocando a dor, que pode ser bilateral, com predominância em um dos lados.

A característica mais marcante da lombociatalgia é a sua irradiação para as nádegas e face posterior das coxas, podendo se estender até os pés. O aparecimento da dor pode variar de um pequeno mal-estar até uma dor insuportável. Na maioria dos casos o paciente fica impossibilitado de realizar sua atividades diárias, tais como: trabalhar, recostar, andar, deitar, podendo existir bloqueio funcional, obrigando-o a permanecer imóvel.

A sintomatologia dolorosa da lombalgia pode ser aguda ou crônica. A dor aguda surge durante um determinado esforço, como levantar peso. A dor crônica vai aparecendo aos poucos. Outro sintoma da lombociatalgia é a rigidez matinal, que vai melhorando gradativamente com o movimento

Outros sintomas clínicos da lombociatalgia:

* Parestesia na região dolorosa, que se irradia para o membro ou membros inferiores e pé.

* Aumento da dor durante palpação

* Hipertrofia e hipertonia muscular.

O diagnóstico da lombociatalgia é realizado pelo exame físico, quadro clínico descrito e a radiografia, que mostra fatores que contribuem para o aparecimento da lombociatalgia, são eles:

* Escoliose

* Assimetria dos membros inferiores

* Alterações sacro- ilíacas

* Hiperlordose lombar

* Espondilólise

* Estreitamento L5-S1

Sacro em posição horizontal.

CONDUTA FISIOTERAPÊUTICA:

* TENS

* Ondas curtas

* Crioterapia (gelo) durante 20 minutos.

* Massagem relaxante

* Hidroterapia: para diminuir a compressão vertebral

* Repouso

* Cinesioterapia:

– Exercícios de alongamento da região lombar

– Exercícios para fortalecer os músculos abdominais

– Exercícios de alongamento do tendão de Aquiles

– Exercícios de alongamento dos flexores do quadril.

Fonte: Fisioterapia Nota 10

[youtube]http://youtu.be/9l7AbnRHYKc[/youtube]

InfoEscola

Imagens: Google.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *