Câncer de Próstata 2

A finalidade da campanha contra o câncer de próstata é esclarecer as pessoas do sexo masculino, os mitos que cercam esse câncer com informações seguras sobre sua prevalência, fatores de risco, exames de diagnóstico, formas de tratamento e os mais importantes meios de prevenção.

Principais dúvidas sobre câncer de próstata:

Idade ideal para iniciar os exames preventivos do câncer de próstata:

O aconselhamento médico, geralmente é a de que os homens iniciem o acompanhamento médico preventivo em torno dos 50 anos de idade, porque o câncer de próstata é mais comumente encontrado em homens desta faixa etária em diante. Os exames de prevenção, diagnóstico e acompanhamento devem ser feitos essencialmente uma vez a cada dois ou três anos, e com posteriormente o intervalo deve diminuir para uma vez a cada ano, porém, que será suficiente..

Para as pessoas de sexo masculino que têm história de casos na família com câncer de próstata, a indicação é que os exames comecem aos 45 anos, já que a probabilidade é maior nessas pessoas.

Observação: O exame de próstata é o exame mais eficaz para diagnosticar o referido câncer.

Esclarecimento sobre o exame de toque retal:

O toque retal é o método de prevenção mais importante e mais eficaz contra o câncer de próstata. Ele é executado pelo urologista para analisar, por intermédio do toque na área do anus  do paciente.Quando existe alguma  alteração na próstata, como por exemplo, endurecimento, aumento de volume (edema), aparecimento de nódulos ou outros sinais que possam se relacionar ao tumor.

Como se deve imaginar, o exame de toque retal não é confortável, mas é bastante rápido; o paciente não sente dor e não é preciso que o paciente fique em posição inconveniente para realizá-lo, porque ele pode ser feito na posição de pé.

Por que o exame de PSA não pode substituir o toque retal?

Não, não pode substituir o exame de toque retal, porque o exame de PSA é um exame de sangue para ver os níveis de PSA (Antígeno Prostático Específico) no organismo do paciente. O exame de PSA é considerado um exame complementar do toque retal e pode ser solicitado pelo urologista quando o toque retal não fecha o diagnóstico do câncer de próstata. PSA é uma substância fabricada pelas células da próstata, correndo pela corrente sanguínea.  Existindo qualquer alteração no órgão, como edema, inflamação, a próstata produz maiores quantidades de PSA do que o normal.

Por que tantas pessoas resistem ao exame de toque retal?

Segundo pesquisadores da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), aproximadamente 50% dos homens em torno dos 40 anos, nunca se submeteram ao exame de toque retal. Os estudiosos acreditam que a causa principal é o preconceito, porque é um procedimento é simples, rápido e não causa dor, nem efeito colateral.

Uma sugestão para tornar o exame mais confortável, é relaxar e confiar no médico.

O risco é maior quando existem outros casos de câncer de próstata na família?

Sim. Segundo especialista, filhos de homens que desenvolveram câncer de próstata têm probabilidade de até 30% mais chances de contrair a doença do que quem não tem histórico da doença na família. Nesses casos é sugerido iniciar a realização do exame de toque aos 45 anos de idade, porque geralmente o acompanhamento médico começa aos 50 anos./

O câncer de próstata se expande para outros órgãos?

Sim, o que torna-se muito perigoso, também é um alerta para se manter os exames atualizados, porque o câncer de próstata não apresenta sintomas no seu início. Frequentemente , a disseminação do câncer de próstata pode comprometer as vesículas seminais, a bexiga, o reto, a uretra, ossos da bacia e também a coluna vertebral.

Existem as chances de cura?

Se o câncer for diagnosticado e ainda continuar restrito à próstata, a chance de cura é muito alta. Se o tumor se expandir para outros órgãos, ou alguma suspeita de metástase, o caso fica mais complicado. Quando se pensa em cura, deve se levar em conta vários fatores como condições físicas do paciente, o tipo do câncer etc. O mais importante de tudo é saber que o câncer de próstata for descoberto precocemente, as chances de cura são bem maiores, podendo alcançar 90%, comparando-se ao que acontece com o câncer de mama.

Que complicações são mais encontradas na cirurgia de retirada da próstata?

Os riscos geralmente são os mesmos encontrados em todas as cirurgias, como infecções, hemorragias ou outras complicações rotineiras. Em especial sobre a prostatectomia radical (retirada da próstata) e estruturas próximas  a ela, há um risco de 3 a 4% de incontinência urinária e 20 a 30% perda da ereção sexual. Nas duas complicações diagnosticadas, podem ser tratados com o acompanhamento médico.

A prática da masturbação pode ajudar na prevenção do câncer de próstata?

Esse é um assunto muito corriqueiro que sempre aparece como se existisse constatação médica para a questão. Segundo o urologista Silvio Pires, masturbação e câncer de próstata não têm nenhuma relação entre eles. Masturbação não previne nem provoca o aparecimento de câncer de próstata.

Como paciente pode se prevenir do câncer de próstata?

Não existe nenhuma maneira de prevenir 100% o câncer de próstata, mas existem alguns bons hábitos que podem ajudar a minimizar seu aparecimento, como comer bastante legumes, verduras e frutas. Esses alimentos ajudam a controlar os níveis de testosterona, combatendo os danos às células e reduzem o risco de aparecimento de tumores de próstata após os 50 anos de idade.

A  melhor alternativa de prevenção do câncer de próstata é por intermédio do acompanhamento médico com assiduidade após a idade mínima sugerida pelo médico. Todas essas recomendações não impedem o aparecimento  do câncer de próstata, mas aumenta sensivelmente as chances de cura.

Fonte: Pesquisa online

Imagens: Google.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *