Pancreatite

pancreatite 2O pâncreas é uma glândula que se localiza por trás do estômago e é responsável pela liberação dos hormônios insulina e glicagon e as enzimas digestivas que ajudam a absorver os alimentos.

Pancreatite é a inflamação do pâncreas, podendo ser pancreatite aguda ou pancreatite crônica. Na maioria dos casos, o álcool é sua principal causa.

CAUSAS DA PANCREATITE AGUDA: É originada pelo deslocamento dos pequenos cálculos biliares, que provocam obstrução da área distal do colédoco, ocasionando interrupção do fluxo das secreções do pâncreas. Essa interrupção das secreções pancreáticas dá origem à pancreatite, que é decorrente de inflamação severa, edema e acúmulo de líquido em seu interior, tendo como causa principal o uso do álcool.pancreatite

CAUSAS DA PANCREATITE CRÔNICA: É decorrente da ingestão de álcool em grandes doses e por tempo prolongado, provocando problemas no parênquima pancreático (fibrose e endurecimento), atrofiando o pâncreas. Em consequência disso, o ducto principal do pâncreas, denominado canal de wirsung, fica edemaciado por ocasião dos cálculos que ficam dentro dele. O paciente com pancreatite crônica poderá ter surtos de pancreatite aguda.pancreatite alcool

SINTOMAS DA PANCREATITE AGUDA:

* Dor abdominal forte, especialmente de surgimento súbito na área superior do abdome , irradiando-se para as costas.

* Outros sintomas: náuseas, vômitos e icterícia.

SINTOMAS DA PANCREATITE CRÔNICA:

* Dor, diarreia e diabetes, ocasionada pela perda das funções exógenas e endógenas do pâncreas. A dor é idêntica à dor da pancreatite aguda.

DIAGNÓSTICO DA PANCREATITE:

* Exame clínico;

* História do paciente (investigar uso de álcool)

* Confirmação da doença: É comprovada pelos exames de sangue, raios X e ultra-som abdominal.

TRATAMENTO DA PANCREATITE AGUDA:

* Clínico, com internação hospitalar; o paciente devendo, em jejum e em repouso receber soro na veia. Em 80% dos casos a inflamação cede e em 20%, evolui para a fase grave, ocasionando lesão dos pulmões, fígado e pâncreas. Entrando em choque , esses pacientes graves poderão ser levados à unidade de terapia intensiva (UTI). Ocorrendo infecção e necrose do pâncreas, está indicada a cirurgia para retirar o material necrótico.

TRATAMENTO DA PANCREATITE CRÔNICA:

* No início o tratamento é clínico, devendo controlar a dor e deixar o pâncreas em repouso; não comer alimentos gordurosos e manter uma dieta rica em hidratos de carbono; deve-se ter cuidado com a prescrição de analgésicos; não abusar do uso de opioides, porque pode dar dependência à droga. Os diabéticos deverão controlar o metabolismo da glicose com dieta e com uso de medicamentos.

Imagem de Amostra do You Tube

Fonte: Dr. Drauzio Varella.

Imagens: Bing.

2 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *